Faça o seu PEDIDO DE MÚSICA

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Carregando música...

FIQUE EM CASA FIQUE EM CASA


TUDO VAI FICARE BEM TUDO VAI FICARE BEM


Redes Sociais Redes Sociais

FacebookWhatsAppTwitterBlog

No ar auto dj A MELHOR MUSICA PASSA AQUI . RB No ar auto dj A MELHOR MUSICA PASSA AQUI . RB

No ar:
amar a musica

Das 20:00 às 22:00

Câmera Câmera

relogio relogio

tempo em chaves tempo em chaves

A sua opinião ! A sua opinião !

A sua opinião é importante !

Vamos todos ficare Bem Vamos todos ficare Bem


Jovens, bombeiros, associações e autarquias disponibilizam-se para levar bens alimentares ou medicamentos a casa de idosos ou doentes, uma rede de solidariedade que cresce diariamente devido à Covid-19 e atravessa o distrito de Vila Real.

“A nossa população é maioritariamente envelhecida e muitas dessas pessoas vivem isoladas em aldeias onde não têm acesso à aquisição de bens essenciais. Para evitar que eles se desloquem e evitar a concentração de pessoas, os bombeiros disponibilizam um serviço diário de entrega de alimentos e medicamentos”, afirmou hoje à agência Lusa o comandante da corporação de Salto, em Montalegre.

Hernâni Carvalho explicou que o serviço é gratuito, feito pelos voluntários e que os bens são entregues em casa das pessoas para “permitir que fiquem seguros”.

A corporação criou uma linha específica para este serviço, para não comprometer os canais de socorro.

“As pessoas contactam-nos e mediante as suas necessidades nós agendamos a ida à farmácia e ao supermercado e a entrega”, referiu.

A prioridade é dada, salientou, “aos idosos que não têm nenhum suporte familiar e que estão mesmo isolados nas aldeias ou até na vila”.

No entanto, salvaguardou que serão também apoiadas pessoas com doença, mobilidade reduzida ou com necessidades especiais para “evitar que se exponham” e para “que não se sintam abandonados”.

Na quinta-feira foram já realizados três pedidos para medicação, alimentação e produtos de higiene.

O comandante disse que foi feito um protocolo com a farmácia de Salto no sentido de agilizar o processo e para que não falte medicação.

“Este serviço terá sempre de respeitar a nossa atividade operacional. O socorro estará sempre salvaguardado”, frisou.

Hernâni Carvalho referiu ainda que os bombeiros estão a servir “de ponte” entre os emigrantes e os seus familiares: “para que os que estão lá foram possam pedir apoio e assistência para aqueles que estão cá sozinhos”.

Um pouco por todo o distrito organizações como a Cruz Vermelha estão no terreno e vários grupos de jovens também se estão a mobilizar para ajudar os mais fragilizados nesta altura que as preocupações aumentam por causa da Covid-19.

Em Vidago, concelho de Chaves, Diogo Lopes, de 23 anos, e João Almeida, 25 anos, estão prontos para irem levar bens essenciais à população de maior risco que resida nesta vila e nas aldeias envolventes.

“Como todos sabem vivemos dias que nunca pensamos vir a viver, são tempos difíceis que vão ficar marcados nos livros de história das próximas gerações. Contudo não podemos pensar só em nós, não devemos pensar só em nós”, referiram os jovens.

Diogo está desempregado e João trabalha no casino de Chaves, que está fechado. “É importante garantir a segurança e o bem-estar da nossa população tendo em conta a grande percentagem dentro do chamado grupo de risco”, referiu Diogo Lopes.

O voluntariado destes jovens começou na quinta-feira e irá prolongar-se até que a pandemia provocada pela Covid-19 esteja controlada.

O município de Ribeira de Pena lançou o projeto social de emergência “Todos por Todos” com o objetivo de levar bens essenciais aos grupos de risco, ou seja, pessoas com mais de 60 anos ou doentes crónicos sem retaguarda familiar.

A Câmara do Peso da Régua ativou uma linha de apoio que estará sempre em funcionamento e que irá garantir o encaminhamento dos pedidos de ajuda, través do Espaço Solidário.

O município de Alijó criou um Gabinete de Crise para articulação de operações com todas as entidades e garantir a entrega alimentos e medicamentos à população em situação de vulnerabilidade social.

Em concelhos como Chaves, Boticas, Vila Pouca de Aguiar e Vila Real, as câmaras articularam-se com as juntas de freguesia para a prestação do apoio

A Junta de Mateus, Vila Real, lançou ainda o alerta aos mais idosos e desprotegidos para que não abram a porta a estranhos, mesmo que se apresentem de bata branca e se ofereçam para fazer testes para a Covid-19.

 

Existem campanhas de angariação de fundos a decorrer com a VAMOS TODOS FICAR BEM

O lema é conhecido: juntos somos mais fortes. É preciso a ajuda de todos. Em primeiro lugar, evitem o contacto social, fiquem em casa, e em segundo, com o crescimento exponencial desta pandemia, e sendo os recursos escassos, pedi-mos o vosso contributo.

Todos os bens e fundos adquirimos serão revertidos para o SNS, e assim ajudar os nossos profissionais de saúde. E acreditem, tudo ficará bem!

 

A Youth Academy (YA) nasceu em 2019, em Vila Real, através de um grupo de jovens das mais variadas áreas de estudo e correntes políticas também lançou um programa que visa apoiar os jovens do interior neste momento extraordinário para a sociedade, através da rubrica “Interior em Quarentena”, que terá dois formatos: • “Direto de Interior” e • “Quarentena pela Janela”. Este é o monento dos jovens se reenventarem. 

24/03/2020

Estatísticas Estatísticas

Visitantes: 587548
Usuários online: 3

Chat Chat

Pedidos Musicais Pedidos Musicais

Clique aqui e faça o seu Pedido de Música

Coronavirus Coronavirus

Mais um morto sobe para 160. Número de casos de Covid-19 em Portugal sobe para 7443

Medidas de contenção estão a funcionar. Pico de Covid-19 será no final de maio

infetados...7443

em analise ...4610

c.intensivos...188

mortos ...160

recuperados...43

+80-anos...1538

detidos...81

internados... 627

suspeitas ....52086

As medidas de contenção "estão a ser efetivas" na redução da curva de número de infetados por Covid-19, revelou, este sábado de manhã, a ministra da Saúde, Marta Temido. Com o achatar da curva, expressão utilizada nos últimos dias para referir o objetivo das medidas de isolamento social, o pico da epidemia está agora previsto para o "final de maio".

Isto não é uma coisa de uma quinzena ou de dois ou três meses", diz Graça Freitas

Autarca de Boticas preocupado com incêndios que podem hipotecar meios

O presidente da Câmara de Boticas mostrou-se hoje preocupado com os incêndios que têm ocorrido no seu concelho e apelou “à contenção” para "não hipotecar" os meios, numa altura em que estão concentrados no combate à covid-19.

“Ontem [domingo] tivemos um incêndio com alguma dimensão à noite e hoje trazemos 27 homens também em pinhal na zona de Cerdedo. Pelos vistos, também não há suspensão para os incendiários”, afirmou Fernando Queiroga à agência Lusa.

No domingo, o alerta para o fogo foi dado pelas 23:00 para a localidade de Vilarinho da Mó e hoje, pelas 09:00, as chamas deflagraram numa zona de pinhal de Cerdedo.

No terreno estão, segundo o autarca, 27 operacionais entre bombeiros de Boticas, Fontes e Salto e sapadores das equipas da câmara, da Cooperativa Agrícola de Boticas e da Comunidade Intermunicipal do Alto Tâmega (CIMAT).

O autarca suspeita de “origem criminosa” nestes incêndios e realçou o frio que se faz sentir hoje neste concelho montanhoso do distrito de Vila Real.

“Continua a debandada destes malfeitores, desta gente que só quer destruir o património”, lamentou.

Para além de dispersar os meios, que nesta fase estão concentrados no combate ao novo coronavírus, o autarca elencou problemas que o combate aos incêndios acarreta, como o “transporte nos carros, mais gente junta, partilha de material” e apontou que “nestas aflições, nem se pensa nos contágios”.

“Isto é que me preocupa”, frisou.

O autarca pediu para que, pelo menos nesta altura, haja uma “maior contenção para não hipotecar os meios”.

“Estamos para socorrer quem tem sintomas da covid-19 e não temos tempo para andar na floresta a combater estes incêndios. Quem quiser fazer queimadas que nos diga, se não for agora será depois, para a renovação de pastagens, não tenho dúvidas de que alguns é para isso, mas que evitem”, afirmou.

Também em Vila Real se registaram incêndios neste fim de semana. Os bombeiros da Cruz Branca foram acionados pelas 20:00 de sábado para um incêndio rural em Vila Cova.

Para o local foram mobilizados 22 operacionais e cinco veículos e a principal dificuldade foi a falta de acesso dos veículos, sendo o combate só possível com equipas apeadas.

“Isso é uma coisa absolutamente extraordinária, os nossos bombeiros estão focados, estão a fazer o que podem e não podem no combate à covid-19, ajudando as nossas populações, e depois há uns energúmenos que, a meio da noite, lançam fogo e colocam alguns dos nossos territórios a arder”, afirmou à Lusa o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos.

A Câmara de Boticas decidiu proibir a realização de queimas e queimadas no concelho, uma medida que estará em vigor enquanto se mantiver o estado de emergência nacional.

Fernando Queiroga frisou “que é fundamental que todos os meios estejam empenhados no combate à proliferação do coronavírus e disponíveis para o auxílio à população”.

Neste município do Alto Tâmega, continua, segundo frisou o autarca, a ser feito o trabalho de limpeza dos terrenos nas envolventes das habitações e vias de comunicação.

“Nós estamos a fazer a nossa parte, temos as nossas equipas de sapadores, reduzidas, naturalmente, e temos a brigada da CIM reduzida e em pontos diferentes, porque são três equipas”, salientou.

Fernando Queiroga disse esperar que os particulares também estejam a prosseguir com este trabalho que, referiu, até pode ser feito de forma individual nesta altura em que se pede o isolamento social.

E isto porque, afirmou, “os incêndios vão aparecer logo a seguir, e isso não é adiado para outubro”.


31/03/2020





As mais ouvidas As mais ouvidas

horoscopo horoscopo

horoscopos


                 horoscopos

padrinhos da Rádio Barreirinha padrinhos da Rádio Barreirinha


BLOG DA RÁDIO BARREIRINHA BLOG DA RÁDIO BARREIRINHA


                                  Blog Rádio Barreirinha

parceria parceria







tradiçao de chaves tradiçao de chaves

lindas images

Deixe seu Comentário